fbpx

Você sabia que no dia 17 de novembro comemora-se o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), um em cada seis homens com idade acima de 45 anos pode ter a doença sem que nem sequer saiba disso.

O câncer de próstata é considerado o câncer da terceira idade, já que a maioria dos casos ocorre a partir dos 65 anos.

Há várias evidências de que a alimentação tem um papel importante nos estágios de iniciação, promoção e propagação do câncer, destacando-se entre outros fatores de risco.

Acredita-se que uma dieta adequada poderia prevenir de três a quatro milhões de casos novos de cânceres por ano.

 

Você sabia disto?

 

O aparecimento do câncer de próstata está ligado a uma dieta rica em alimentos processados como fast foods, e carnes embutidas, como salsicha e linguiça, por exemplo.

É importante salientar que a prevenção deste câncer na população masculina começa bem antes dos 45 anos, já que câncer é muitas vezes uma doença silenciosa.

Há várias maneiras a serem adotadas como forma de prevenção e talvez uma das mais importantes seja o estilo de vida saudável, uma boa e completa alimentação, atividades físicas, ficando longe do sedentarismo.

Diminuir o consumo de alimentos industrializados, processados e altamente refinados, dando lugar a alimentos mais naturais, frutas, verduras, grãos integrais. Infelizmente, alguns tipos de alimentos se consumidos regularmente durante longos períodos de tempo, podem auxiliar a transformar as células saudáveis em células cancerosas.

É o caso de alimentos gordurosos, enlatados, embutidos e produtos com alto índice de sódio e gorduras trans.

Na boa nutrição e alimentação funcional, destacamos nutracêuticos e alimentos que favorecem a prevenção deste tipo de câncer.

 

Segue abaixo exemplos dos compostos com propriedades anticarcinogênicas e suas fontes de alimentos:

 

  • Alimentos Sulfurados: repolho, brócolis, rabanete, couve-flor, couve;
  • Carotenoides (licopeno): tomate, melancia, goiaba, mamão, manga e cenoura;
  • Flavonoides (polifenóis): chá-verde, preto, frutas vermelhas e cacau;
  • Ômega-3: Sardinha e atum, feijão, ervilha, linhaça, oleaginosas, cereais e folhosos verde-escuro.
  • Gordura vegetal saudável como azeite de oliva, frutas, vegetais frescos, nozes ou sementes.

Dedique-se ao auto-cuidado ainda hoje, escolhendo melhor cada um de seus hábitos alimentares para a prevenção deste temido câncer através do acompanhamento nutricional individualizado na Clínica Seda.

Visite nosso Instagram e saiba mais.

Texto elaborado por: Cássia Motta – Nutricionista Funcional Clínica Seda